Visualizar Menu
Inscreva-se

Notícias

Fique por dentro de tudo o que acontece na Unifametro

Curso de Serviço Social abre seleção para projeto de extensão “Até quando esperar”

A Diretoria Acadêmica da Fametro, por meio da coordenação do curso de Serviço Social, abre o presente processo seletivo para alunos do curso de Graduação em Serviço Social para o preenchimento de vagas de monitoria voluntária no Projeto de Extensão “ATÉ QUANDO ESPERAR”: Juventude, Educação e Cidadania.

 

 

O Projeto de Extensão “ATÉ QUANDO ESPERAR” é uma iniciativa do Núcleo Docente Estruturante (NDE) e da coordenação do curso de Serviço Social e visa promover o aprimoramento da formação profissional dos estudantes através de uma experiência de intervenção no âmbito da formação política e cidadã, junto a grupos de adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social.

 

As atividades serão realizadas sob orientação de professor-supervisor do corpo docente do e os alunos selecionados participarão de um curso de preparação.

 

As atividades serão desenvolvidas junto à Associação Pequeno Nazareno, parceira da Fametro.

 

As inscrições serão realizadas no período de 14 a 21 de agosto de 2018, mediante envio da Ficha de inscrição (modelo em anexo) para os e-mails lorena.silva@professor.fametro.com.br e ana.alves@professor.fametro.com.br.

 

Clique aqui e confira o edital que regulamenta o processo seletivo.

Clique aqui e baixe a ficha de inscrição.

 

Notícias relacionadas

Curso de Serviço Social realiza aula inaugural do semestre 2018.2

No dia 29 de agosto, no Auditório do Campus Careiro da Cunha (novo prédio), aconteceu a Aula Inaugural do Curso de Serviço Social, com a honrosa presença da Profª Drª. Zelma Madeira, coordenadora de Políticas Públicas para a Promoção da Igualdade Racial do Estado do Ceará. O racismo permeia as relações cotidianas e possui uma determinação estrutural na esfera social, política, econômica e cultural. Entendendo a educação como instrumento de transformação, o compromisso com a igualdade étnico-racial é parte do compromisso do curso de Serviço Social na formação de seu corpo discente.   O respeito e o reconhecimento das identidades étnico-raciais fez com que o corpo docente do Ccrso adotasse como diretriz para estruturação das APS (Atividades Práticas Supervisionadas) de 2018.2 o tema gerador: Questões étnico-raciais na sociedade brasileira.   A formação de Assistentes Sociais críticos e propositivos passa necessariamente por uma formação comprometida com o projeto ético-político da profissão e com uma sociedade emancipada também sob ótica dos direitos humanos e de políticas afirmativas que realinhe desigualdades construídas histórica e socialmente em nossa sociedade.

Leia Mais